FACEBOOK

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Saúde mental – É preciso perdoar


A única maneira de se obter o equilíbrio mental e a paz de espírito consiste em se manter a mente com bons pensamentos e sentimentos voltados para o bem. Isto significa que não devemos remoer mágoas e ofensas passadas.

Quando nos ligamos a alguém com maus pensamentos e sentimentos negativos cria-se imediatamente uma corrente energética negativa entre o emissor e o receptor dessas emoções. 
Veja-se, ainda, que essa corrente tem o poder
de atrair outras que se encontram na mesma faixa vibratória negativa, sendo que todos os sentimentos negativos e maus pensamentos serão reforçados.
Assim trava-se uma verdadeira batalha de   pensamentos e sentimentos voltados para o mal. 
É uma luta onde não há vencedores, mas perdedores somente.

Tudo isto retorna inevitavelmente àquele que iniciou todo esse processo, levando-o a estado total de desequilíbrio, ou seja, o maior afetado por toda essa carga negativa é aquele que negou o perdão ao seu suposto agressor, pois com essa atitude atrai para si outras mentes doentias. 

Observe que aqueles que perdoam estão sempre
em paz consigo e com os outros. 
Portanto, mantenhamos o pensamento no bem, sem queixumes e lamentações, buscando perdoar sempre. Desse modo encontraremos o equilíbrio e a paz em nossa consciência.

Gotas De Paz

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Desapega!


E a vida vai acontecendo, o tempo passando e, com ele, centenas de situações e pessoas vão sendo colocadas na estante das nossas memórias. Algumas podem ser doces, outras nem tão agradáveis assim. O que acontece é que, muitas vezes, não percebemos que o que passou recebe de nós maior importância do que o que está acontecendo agora.

Até mesmo no momento de agora estamos rodeados por gente ou vivências que não nos agradam e, por algum motivo, queremos mantê-las próximas. Seja um trabalho, por comodidade ou falta de autoconfiança, seja um amigo que nos traz uma sensação de pertencimento ou um relacionamento…

A imagem desse post já resume a essência da mensagem: Desapega!!!

Deixar ir aquilo que não te agrega. Deixar a vida fluir, o destino se cumprir e os dias tomarem seus rumos. Somos acostumados a manter pessoas e situações em nossas vidas para que supram carências internas. Porém, quando fazemos isso, esquecemos que estamos impedindo que situações melhores aconteçam e que outras pessoas apareçam.

Viver sem o peso do passado e sem expectativas no futuro é uma arte que precisa ser desenvolvida. Desapegar das lembranças da infância, do relacionamento que se findou, da viagem que não foi feita ou até de uma roupa velha com ‘tantas histórias’; desapegar da vontade de controlar o futuro, do desejo de ter respostas prontas e da espera de determinada reação de terceiros… tudo isso precisa ser trabalhado para uma felicidade mais genuína.

Estamos nessa vida de passagem e não tem porque desperdiçarmos energia com culpas e medos, nem tampouco com bagagens cheias de itens sem serventia, que fazemos questão de carregar por questões emocionais. Do que passou, retire o aprendizado para evitar que se caminhe novamente pela mesma estrada errada; do que virá, mantenha a esperança e deixe a vida te surpreender, sempre acreditando que está ‘tudo certo’ e que tudo tem o seu tempo de acontecer.

Se não deu certo, não te faz feliz, te causa mágoa, aperto no coração ou estafa mental… Deixe Ir!!! Não tente insistir na semeadura que você já viu que não irá florescer no seu solo. Gaste seu tempo cuidando da sua terra, do seu coração, do seu jardim. Novas e outras sementes poderão ser testadas e dar belíssimas flores e frutos se você livrar suas terras das ervas daninhas.

O mais importante: nunca duvide da fertilidade do seu solo e nem tente mudar suas características para que determinadas sementes se aconcheguem e brotem. Não há solidez em mudanças que não são profundas e, cedo ou tarde, a árvore gerada nessa terra terá suas raízes corroídas e desgastadas.

O que pretendo dizer com tudo isso é para que nunca deixe de ser quem realmente você é, por nada nem ninguém. Se trabalhos, amores, colegas e acontecimentos não o fazem feliz, deixe passar, não alimente e nem regue mais.

A vida passa super rápido. Permita que ela siga seu fluxo e confie no melhor, sem apegos, sem medos.

Amor, luz e consciência. Sempre.

Cíntia Michepud

Os Desafios nos Fortalecem


Temos em nossa trajetória muito a aprender e ensinar, através dos desafios que temos durante uma vida inteira aprendemos, e com isso ficamos capacitados a passar nossas experiências a quem precisar, por isso a importância de jamais desanimarmos de nossas lutas ou dificuldades, porque são elas que nos fortalecem e nos dão coragem e força para continuar.

Perceba que hoje não é mais como ontem, porque já passou por vários desafios e passará ainda por muito mais, só que mais experiente e fortalecido, e com isso terá condições de continuar sua caminhada desbravando a todos os desafios que surgirem.
Não se abata pelos atropelos da caminhada, coloque objetivos em sua vida e vá enfrente, não fique triste diante daquilo que não conquistou, porque nossas conquistas e superação não são feitas 
apenas de vitórias, muitas vezes temos que perder para mais adiante ganhar.

Gotas De Paz

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

JÁ É NOITE! COMO O TEMPO PASSOU


...Quando você se levantou pela manhã, eu já havia preparado o Sol para aquecer o seu dia e o alimento para a sua nutrição... 
Sim, eu providenciei tudo isso enquanto vigiava e guardava o seu sono, a sua família, a sua casa. 
Esperei pelo seu "Bom Dia". Mas você se esqueceu... Bem, você parecia ter tanta pressa que eu perdoei. 
O Sol apareceu, as flores deram o seu perfume, a brisa da manhã o(a) acompanhou e você nem pensou que eu é que havia preparado tudo para você. 
Seus familiares sorriram, seus colegas o(a) saudaram, você trabalhou, estudou, viajou, realizou negócios, alcançou vitórias, mas... 
você nem percebeu, eu estava cooperando com você e mais teria ajudado se você tivesse me dado uma chance. 
Eu sei, você corre tanto...eu te perdoei. 
Você leu bastante, ouviu muita coisa, viu mais ainda e não teve tempo de ler ou ouvir a minha palavra. 
Eu quis falar, mas você não parou para ouvir. 
Eu quis até aconselha- lo(a), mas você nem pensou nessa possibilidade. Seus olhos, seus pensamentos, seus lábios, seriam melhores. 
O mal seria menor e o bem seria muito maior em sua vida. A chuva que caiu à tarde foram minhas lágrimas por sua ingratidão, mas foram também a minha benção sobre a terra para que não lhe falte o pão e a água. 
Você trabalhou, ganhou dinheiro, que não foi mais porque você não me deixou ajudar. Mais uma vez, você se esqueceu de mim. 
Esqueceu que eu desejo sua participação no meu Reino, com sua vida, seu tempo, seus talentos e seu dinheiro também.
Findou o seu dia. 
Você voltou para casa. 
Mandei a lua e as estrelas tornarem a noite mais bonita para lembrar- lhe do meu Amor por você. 
Certamente agora você vai dizer um "Obrigado" e "Boa Noite"... Psiu... está me ouvindo?... 
Já dormiu... 
Que pena! 
Durma bem. 
Eu ficarei velando por você.

Jesus

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Nosso medo


Nosso medo é nosso fardo, embora possa ser também nosso meio de defesa. O medo que gera a prudência é positivo e necessário.

Podemos observar já em bebezinhos o medo de perder a mãe. Não sei se vocês já viram um vídeo de um aborto onde o feto tenta desesperadamente de se agarrar à vida.

Nos animais o medo faz com que se defendam. 
Nesse ponto prepara-os para um eventual perigo.
O medo é o sinal laranja que nos diz "atenção!"

Mas esse pode ser também destrutivo, quando deixamos que tome conta da gente. 
Há pessoas que se deixam levar por esse sentimento de tal forma que são incapazes de tomar qualquer atitude. Elas se bloqueiam, se petrificam diante de situações que temem e ficam sem ação. E fazendo isso, deixam de viver normalmente, são atingidas em pleno peito pelo que tanto receiam.

Muitos morrem do próprio temor. Tanto eles temem que acabam atraindo para si mesmos a infelicidade. 
É o caso de pessoas que temem acidentes a tal ponto de sentirem-se petrificadas diante de uma situação que poderiam facilmente evitar. Ou doenças. 

Nosso cérebro é algo extraordináio. Ele coordena e comanda todo o nosso corpo e as nossas ações. Exercitá-lo diariamente com nossos medos pode ser muito perigoso. Nossas palavras têm poder e nossos pensamentos também.

Muitos temem amar. 
Medo de decepções, de sofrimento. Preferem se fechar numa concha e olhar o mundo através duma janela do que se abrir e se entregar ao inevitável. Amor traz sofrimento sim. Mas quanta felicidade traz também, quanta agitação no peito, quanto suspiro, quanto brilho nos olhos, quanta beleza!

É a velha história do copo pelo meio: 
uns vêm meio cheio, outros meio vazio. 
E isso faz uma grande diferença!

As pessoas otimistas preferirão correr o risco e viverão plenamente todas as coisas. As outras serão apenas passantes da vida, não viventes.

E o medo é algo tão inerente ao ser humano que até mesmo quando se sente feliz, sente medo. 
Medo que seja bom demais, que isso passe, que isso se perca. E no auge da felicidade o medo se instala. E, se instalando, estraga tudo, nos impede de viver o momento presente, tão divino. Como o ciúme, que corrói a alma e relacionamentos e destrói minutos e horas que poderiam ser maravilhosos. Jogamos fora nosso tempo a troco de nada.
Então troque!

Troque uma boa briga por um bom beijo! 
Troque a indiferença por um pouco de atenção! Troque o medo pela ousadia (só o suficiente!)! 
O pessimismo por uma gota de otimismo! 
Um aperto de mão por um gostoso abraço! 
Um instante de inquietação por um segundo de oração. 
Uma maldição por uma bênção!
Experimente a vida!!!

Letícia Thompson

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Pessoas Especiais


Todos nós queremos ser pessoas especiais. 
Mais que uma questão de ter o ego saciado, sentir-se especial é sentir-se valorizado, diferente, mas de maneira enriquecedora.

Que somos únicos todo mundo fala. 
Não existem duas pessoas iguais, mesmo se a semelhança entre muitas pode ser extraordinária vez ou outra. Deus nos fez assim, diferentes, semelhantes e criaturas dele como todas essas maravilhosas coisas que nos cercam.

Mas acontece de nos sentirmos pequenos e insignificantes. Nem sempre sabemos lidar com nossos problemas e as coisas parecem tomar uma proporção muito maior do que são na realidade. Quantas vezes sentimos que o chão se abre sob nossos pés e nos perguntamos onde encontraremos forças para não cair! 
E nos perguntamos ainda onde outras pessoas conseguem encontrar forças, como conseguem, como levantam a cabeça, se erguem e vencem!

O que torna realmente uma pessoa especial em relação a outra não é o fato dela ter nascido com melhores condições. Se assim fosse, Jesus estaria entre a classe dos comuns, pois não poderia ter vindo ao mundo de maneira mais humilde.

O que torna uma pessoa especial é a sua vontade, convertida em capacidade de lidar com os tropeços da vida, as dúvidas, quedas, doenças e tantos outros impecilhos ao bem-viver. Para uns é mais fácil do que para outros sim, mas para todos é possível olhar para o Alto, se inclinar, trabalhar consigo e com suas emoções, dar a volta por cima e sair vitorioso.

O que nos segura e mantém vivos é a nossa fé, nossa esperança num amanhã ou numa eternidade que sabemos que está à nossa frente e nos espera. 
Como provar nossos conhecimentos se não passarmos por provas?

Cada dia quando fechamos a porta do último minuto e nos preparamos para o dia seguinte, é uma vitória alcançada.

Pessoas especiais aos olhos de Deus são as que não desistem, as que se voltam, recuam quando necessário e avançam quando preciso. São as que nunca perdem a coragem, mesmo nas aflições.

As que guardam a calma na tormenta porque tiraram da vida as lições, as que sabem que Deus não nos abandona, mas respeita, embora com tristeza, quando nos afastamos dEle.

Pessoas especiais abrem-se ao mundo e o abraçam. E por onde passam vão deixando rastros de luz, perfume de sabedoria, esperança para os que ficaram para trás, exatamente como deseja o coração de Deus.

Letícia Thompson