FACEBOOK

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Mensagens da minha pagina Facebook 5










Pagina Facebook 
https://www.facebook.com/fehumildadeeamor

Os caminhos de Deus


Nossos caminhos nem sempre são aqueles que nosso coração projeta. Nem para nós, nem nossos filhos ou para a pessoa que nosso coração elegeu.

É evidente que Deus quer a nossa felicidade e que nos deixou o livre arbítrio para fazermos nossas escolhas. E olha o resultado: vamos à direita quando deveríamos ir à esquerda, nos precipitamos quando deveríamos esperar, esperamos demais quando deveríamos tomar uma atitude e tornamos nosso coração insatisfeito.

Se o coração chora, não é porque Deus provocou lágrimas, mas porque, tendo a escolha, ficamos do lado errado.

Seria um mundo perfeito se projetássemos todos os nossos sonhos e que eles se construissem pontinho por pontinho, até o fim. É isso que tentamos fazer diariamente quando dizemos a Deus para fazer exatamente aquilo que queremos que seja feito, porque bem sabemos, apesar de mal interpretarmos, que Deus deseja nossa felicidade e somente nossa felicidade.

Queremos aquele trabalho específico, um casamento perfeito com uma pessoa perfeita, filhos perfeitos e inteligentes, a cura para todos os males e uma situação financeira estável e equilibrada. Dizemos então a Deus: -aqui estão meus projetos e eu sou seu filho. Realize-os!

Ah, se conhecêssemos o íntimo do nosso ser como Deus conhece!... se tivéssemos a humildade de pensar que talvez seria melhor tomar outro caminho que o planejado, não erraríamos tanto e não sofreríamos tanto!

Tente dar ao seu próprio filho tudo o que ele pede sem refletir, no momento que ele pede. Você perceberá com o tempo que ele ficou despreparado para a vida ou que correu riscos que poderiam ter sido evitados.

Deus nos dá o livre arbítrio sim. Mas na Sua sabedoria pode nos dizer se este caminho é melhor que aquele, se o coração não está influenciado demais por emoções, se o dia poderia ser pintado de outra cor.

O coração projeta sim, para hoje, para amanhã e para depois e é bom que seja assim. Precisamos de planos para o dia seguinte. Mas felizes são aqueles que sabem esperar a hora, o momento e têm a humildade de entregar esses planos Àquele que esquadrinha nossos corações e conhece nosso eu.

Letícia Thompson

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Raiva traz doença


Há pessoas que vivem com raiva de tudo e de todos. Geralmente são pessoas descontentes com tudo, altamente críticas e com mania de perfeição. Essas pessoas trazem em seu semblante a raiva e a amargura de que são dotadas. 
Não são capazes de sorrir. 
Enfurecem-se por qualquer motivo. 
Obviamente que essas pessoas têm por consequência, vários problemas físicos como dores pelo corpo, pressão arterial elevada, gastrite, e tantos outros males que não vale a pena enumerar.

Pergunta-se: Por quê tanta raiva? 
Sentem-se felizes vivendo dessa maneira? 
Essas pessoas não percebem que a presença delas, acaba se tornando indesejável para os outros. 
É muito difícil conviver com pessoas com energia tão negativa. Pessoas assim atrairão, para si, outras com o mesmo padrão de sentimentos e vibrações reforçando todo o mal que as acomete.

Assim, procuremos nos vigiar para que não entremos nesse tipo de vibração, pois, bem sabemos, não nos trará qualquer benefício. 
Ao contrário, a raiva e a amargura nos afastam das pessoas boas, e das coisas boas, criando um círculo vicioso onde tudo o que é do mal se aproxima e predomina. Procuremos compreender os outros, acima de tudo, pois só com o amor, paciência e tolerância, alcançaremos um mundo de felicidade que todos desejamos. Nesta escola da vida todos chegarão lá, um dia, alguns antes, outros depois, mas todos chegaremos, pois somos irmãos e filhos de um mesmo Pai, e Ele quer o bem e o melhor para todos!!!

Gotas De Paz

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

De alguma forma, sempre somos testados…


Não há quem não passe por provações, ou que não se depare com algum tipo de circunstância difícil na vida. Geralmente, quando esses momentos surgem, nem sempre sabemos aproveitá--los positivamente. Muitas vezes, por não entendermos a situação exposta, perdemos grandes oportunidades de crescer material e/ou espiritualmente.
Transitando por estados de dificuldades é que vamos ganhando experiências e essas, quando compreendidas, podem resultar em sabedorias e maturidade para o crescimento e evolução do ser.

Quaisquer que sejam os caminhos a percorrer obstáculos surgirão exigindo sacrifícios. São testes de aptidão para o exercício da arte de viver. Acreditando na superação dos problemas a energia da fé posiciona a pessoa em direção aos caminhos que levam a transpor barreiras. Para os místicos as dificuldades são provas de transcendência. Cada indivíduo deve procurar ultrapassar os limites da experiência possível para elevar-se acima do que se é. Atletas olímpicos nos dão grandes exemplos a esse respeito. Ao quebrarem recordes elevam-se sobre os outros e sobre si mesmos.

Nem sempre temos a percepção que, frente às dificuldades, estamos lidando com a possibilidade de substituir o ser que se é pelo ser que transcende. A essência das barreiras que a vida nos impõe é despertar a presença do novo que habita em nós. Não temos por hábito ver o que há de bom no mal que se apresenta. Quando ocorre o inesperado "atrapalhando” a vida tendemos a esmorecer se alguma solução, vinda de nosso interior ou do exterior, de imediato não desponta.

Em meio à escuridão das dificuldades, dizem os Mestres, a resignação e a tolerância são a tábua da salvação. Dessa forma, a razão de existir dos momentos difíceis vai se tornando mais clara, e os caminhos da sabedoria vão se despontando fazendo surgir um novo tempo e um novo indivíduo.

Conta o Livro sagrado dos cristãos, a Bíblia, que José, jovem inteligente que sempre demonstrou ótimas qualidades e espírito de liderança, filho predileto de Jacó, despertava inveja doentia em seus irmãos. Estes, inconformados com a sabedoria que José detinha, arquitetaram um plano para se vingar e se livrar do odiado irmão. 

José é vendido aos mercadores e levado para o Egito como escravo. Não se deixando dominar por sentimentos negativos, esse jovem encarou a escravidão dando o melhor de si. Diante das adversidades que o testavam, aproveitava as oportunidades que lhe eram impostas mostrando seu bom caráter e sua fé, na esperança de dias melhores. 

Sua recompensa veio com o tempo. José tornou-se governador do Egito, o segundo homem mais importante daquele país. Por mais difíceis que sejam os testes que a vida nos obrigue a enfrentar, ensina-nos José que, nesses momentos, as leis cósmicas trabalharão a nosso favor quando nos posicionamos com dignidade, exaltando paciência e servindo com sabedoria. É preciso estar atento, pois de alguma forma, sempre somos testados…

Luz e Paz para uma vida melhor.

Tenório Lucena

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

A Sabedoria


Dizem que a idade de uma árvore conta-se pelas marcas que vão se formando no tronco. Conosco não é bem assim. Há pequenos com muito mais marcas na alma que adultos, por que a vida não lhes ofereceu presentes. Há idosos que atravessam os anos e partem, sem que tenham tirado da vida os ensinamentos que ela ofereceu.

Uma pessoa que vive muito não é aquela que chega a uma idade avançada, mas a que aproveita as experiências da vida para seu aprendizado e vai tirando o melhor de cada coisa que encontra pela frente.

A sabedoria não está nas rugas da pele, nem nos cabelos brancos, nem nos anos que passam. Ela não está também nos conhecimentos que já possuímos, mas na sede dos mesmos. Muitas vezes pensamos que sabemos alguma coisa e na realidade não sabemos muito, pois olhamos tudo de maneira superficial, sem ir a fundo, sem ver o outro lado.

Aos 12 anos de idade, Jesus discutia com os doutores da época e aos 33 partiu, deixando todos os ensinamentos necessários a nós.

Não importa a nossa idade, nem nossa condição, estamos aprendendo a cada instante. Os sábios nutrem-se desses aprendizados, colocam-os em prática, fazem uso deles e os repassam. Outros apenas engolem quente, depressa demais, sem sentir o sabor. Isso diferencia muito umas pessoas das outras.

Só o sábio busca compreender, aceita o não, aceita estar errado, pede perdão, perdoa, deixa-se de lado um pouco para ver o lado do outro, mesmo que isso lhe exija sacrifício.

Só o sábio quer ser melhor, não por si, mas para se aproximar ainda mais da perfeição que estava no coração de Deus quando Este fez nascer o homem.

Letícia Thompson

domingo, 14 de dezembro de 2014

Pense positivo e realize seus desejos


Se você quer ter uma vida feliz e realizada, o primeiro passo é deixar de lado medos e pensamentos negativos. No lugar disso, cubra sua mente somente com imagens maravilhosas de paz e amor. 
Lembre-se: tudo aquilo que você atrai é fruto do conteúdo de seus pensamentos.

Pode observar. 
Quando você está se sentindo bem, atrai coisas positivas: felicidade, alegria, otimismo, paixão, sorrisos. Do contrário, se está se sentindo mal, atrai somente coisas negativas: tristeza, solidão, culpa, raiva, vergonha.

Quer saber o que você está atraindo agora? 
Pergunte-se: “como me sinto?”. 
Por certo, encontrará a resposta de tudo o que acontece com você. Se a todo o tempo está com raiva da vida ou mal-humorada, é obvio que só receberá o que não deseja. Ser feliz é o atalho para chegar mais rápido aonde você quer.

Comece fazendo uma limpeza geral na alma. Preencha só com pensamentos altruístas, felizes, aqueles que fazem você se sentir bem. 
E não se preocupe se está fazendo certo ou errado. Seu compromisso agora é simplesmente fazer o SEU MELHOR. E cada um tem o seu. 
Nada é comum a todos, tudo depende de cada experiência. Se, em uma situação você agiu de tal modo, deu certo e você se sentiu bem, então esse é o seu melhor. Mas não confunda, hein? 
Não estou dizendo pra você ser a certinha, a boazinha. E sim que deve agir de acordo com seu instinto.

Integridade é estar no seu melhor. 
E, quando você vai para o melhor, tudo começa a dar certo. Como chegar lá? 
Invista na autoconfiança, dê importância a você. Somente a dedicação e a consideração profunda por si mesma é que a levarão para o melhor. Confie que a sua estrada é diferente da dos outros. Aliás, nunca tenha medo de se sentir diferente de ninguém. 
Veja bem: você está aqui para fazer a diferença! 
É por isso que a vida é linda pelas diferenças, a coragem de assumir o próprio eu. Se o mundo aceita ou não, isso não importa. 
O principal é você se aceitar. Dessa forma, você estará protegida e no caminho da evolução!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

A vida e seus dramas, comédias e romances.


O dia pode amanhecer com sol. 
Ou nublado e chuvoso de dar pena.
Seu carro pode estar te esperando na garagem, ou você tem que acordar mais cedo para encarar o ônibus cheio nas primeiras horas do dia.
A sorte de ser contemplada em um sorteio pode bater à sua porta, ou você pode receber em casa a multa por ter passado o farol vermelho na semana passada.

De verdade, precisamos começar a entender que a vida é um roteiro de cenas das mais diversas emoções, com inúmeros clímax, suspense, drama, comédia, romance e terror.
Temos que aceitar que são essas as regras da vida e que cabe a nós decidir entrar no jogo com alegria ou com a eterna postura de vítima sofrida. O mundo não terá dó porque você, com seus 50 e poucos anos não construiu a família que um dia você sonhou, ou porque você não está no emprego dos seus sonhos ou na casa com varanda e cinco quartos. 

Não importa a situação, essa tal de vida não sabe o que é ‘ter pena de alguém’ porque parte do pressuposto de que tudo é uma questão de escolhas e, quando digo escolhas, tente ampliar a sua consciência e assimilar um universo que ultrapassa as escolhas materiais, ou seja, você pode não ser rica, loira e casada com um gringo famoso que te ame, mas você pode escolher ser feliz da primeira até a última hora do dia, um após o outro.

A partir de hoje mude o olhar, busque a felicidade.
O emprego pode não ser perfeito mas com certeza, graças a ele, você deve ter conhecido muitas pessoas legais e conseguiu comprar algumas coisas que pudessem te trazer prazer; as contas podem parecer infindáveis, mas você pode escolher se lamentar por não conseguir pagá-las ou buscar uma forma de se reinventar e conseguir mais dinheiro quem sabe você não descobre um talento que estava escondido; você pode lamentar que a sua família não é digna de uma propaganda de margarina ou mudar a vibração reconhecendo que a sua mãe ou pai, que parecem não ser perfeitos, podem ter demonstrado algum traço de apoio à você de acordo com aquilo que eles podiam dar na época.

Sei que as coisas muitas vezes são mais complicadas e profundas, mas a bandeira que levanto aqui é que ninguém vai buscar a sua própria felicidade, caso você não o faça! 

Se a sua família é amorosa e seu parceiro te ama, deposite sua energia nesse aspecto da vida ao invés de gastá-la falando mal de um trabalho ou reclamando de alguma falta de sorte.
Lembrem-se, a vida é um vai e vem de cenas que não aceita um único gênero. Viva com leveza e compreendendo que do dia pra noite, da mesma forma que o romance pode conter cenas de suspense, o drama pode se descortinar em um belíssimo final feliz.

Amor, luz e consciência. Sempre.

Cíntia Michepud