terça-feira, 16 de setembro de 2014

Aprendamos a Viver


Viva cada dia intensamente, não deixando se envolver pela onda de pessimismo. Se errar, recomece, quantas vezes for necessário. Sorria mais e dê boas gargalhadas, assim, não haverá tristeza que permaneça ao seu lado. Console aqueles que estão feridos e verá como o maior beneficiado será sempre você. Leve otimismo por onde andar, muitos padecem por não encontrarem uma palavra que lhes devolva a esperança.

Não enxergue os desafios com desespero, mas sim com a confiança de que poderá vencê-los. Chore quando for preciso, reconheça suas fragilidades, mas jamais deixe de acreditar em seu potencial interno, porque ele é enorme. Ouse sempre e ame cada vez mais, sem bloqueios. 

Aprenda com cada lição que a vida lhe apresentar e saiba que ainda há muito a ser aprendido. Enumere suas qualidades que certamente não são oucas. Elogie sinceramente, porque um carinho verdadeiro aquece a alma. Pratique pequenos gestos e compreenda o quanto eles são importantes.

Envie flores para as pessoas especiais, mesmo que as elas sejam em forma de vibração. Faça uma prece, ligue-se ao Alto e mentalize a imagem do Mestre a nos estender a mão nos momentos de dor. Busque um novo horizonte e sinta-se capaz de trilhá-lo. Converse com o Pai, exponha os seus medos e confie, porque Ele não lhe deixará sem resposta. Liberte-se dos enganos e invista em novos ideais. Não deixe de prosseguir, quando uma porta se abrir, porque nunca estamos sozinhos.

Levante a cada manhã já com a confiança ao seu lado e assim verá que nenhuma adversidade o abalará. Não permita que as dificuldades afetem a sua serenidade, acredite que a espiritualidade maior estará ao seu lado, lhe auxiliando. Conte muitas piadas e jamais deixe que o otimismo e alegria deixem de ser a sua marca. Cative a todos que encontrar sem se preocupar com retribuição.

Peça ajuda quando for necessário, compartilhe suas dores, busque um ombro amigo e verá como muitas mãos se estenderão, fazendo com que a sua angústia diminua. Compartilhe os momentos alegres e tristes, lembrando que todos estamos no mesmo caminho, que muitas dúvidas e dificuldades também são comuns aos que estão ao nosso lado. 

Pratique o perdão e quando a ferida ainda não tiver cicatrizada e o perdão for difícil, comece pedindo ao Pai que o ajude a limpar o seu coração e enquanto Ele faz isso, procure fazer as pazes com a vida, vivendo mais momentos de alegria, assim, pouco a pouco, a mágoa e o ódio perderão a sua razão.

Se ontem sofreu uma perda, resista ao desânimo, enxugue as lágrimas, descruze os braços e volte a caminhar, lentamente, e verá como outras conquistas chegarão. Admire a natureza, caminhe pela praia, tenha flores pela casa, admire o canto dos pássaros, alimente um animal e ligue-se intimamente com a obra do Pai, assim, suas energias também se renovarão.

Faça algo novo, um curso ou um penteado diferente, preencha a sua vida com pequenas gotas de felicidades e em breve, elas se multiplicarão e a harmonia fará parte do seu cotidiano. Cante a sua música predileta, dance mesmo quando não souber, mas não deixe os minutos passarem em vão.

Escreva a sua história, mude, reescreva, adote um novo enredo, você pode, afinal, é o autor do livro de sua existência. Rasgue as páginas velhas, traga um novo colorido, ouse, escreva palavras de amor, de felicidade e faça com que a sua história venha sempre a valer a pena.

Aproxime-se dos seus amigos e juntos, riam e chorem, compartilhem segredos e aventuras, conheçam novos lugares e descubram que a eternidade irá selar a amizade que hoje existe.
Faça também novos amigos, nunca feche a porta para o novo, muitas outras coisas estão por vir, deixemos que o novo venha fazer parte da sua vida.

Não tenha medo, nada acontece por acaso.
Reveja suas atitudes, analisando se algo não precisa ser mudado, se descobrir que sim, não se envolva com a angústia, e sim com a serenidade que é o primeiro passo para que a mudança ocorra.

Lembre do passado como um aprendizado, não como uma prisão; viva o presente, semeando no hoje os frutos do amanhã. Não duvide de sua força íntima, porque és uma centelha de luz e como tal ainda tem muito a brilhar, acredite, tome o seu lugar no palco da vida e seja a estrela do espetáculo, você pode, acredite.

Viva o luto, porque se não chorarmos nossas dores, não podemos fechar um ciclo e iniciar outro e a vida é constante renovação, então, não paralisemos nossos passos e nem nos tornemos descrentes, aprendamos a viver. A vida se renova a cada momento, por isso, devemos acreditar e buscar, com fé e determinação pela renovação.
E com certeza, ela virá...

Sônia Carvalho

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Travessias da vida


As oportunidades da vida são como as brisas nas noites quentes de verão, elas vêm e vão e precisamos aproveitar cada minuto quando estão presentes para nos preparar para o depois.

E quantas vezes elas chegam, vemos, somos conscientes, mas não fazemos nada. Duvidamos, simplesmente, de nós!

São nossas barreiras emocionais, a insegurança, o medo, a falta de fé, que paralisam nossas pernas. Mas Deus jamais nos diz para atravessar sem que Ele mesmo nos forneça os meios para chegar do outro lado. Se não vamos, é porque confiamos demais nesse nosso lado humano e de menos na nossa parte que mais se parece com Deus, nosso lado espiritual.

A guerra que se estabelece na nossa cabeça nos momentos de escolha é muito comum e todo mundo passa por isso, sem exceção. Há um lado que nos impele de ir em frente e o outro que nos enche de dúvidas. "E se?" "E se não der certo?" "E se eu não for capaz?" "E se não for isso?" 
As desculpas que nos achamos para nos fazer desanimar são quase sempre mais evidentes e, não raro, muitos se apegam a elas e param no meio do caminho, ou seguem outra direção, como aconteceu com Jonas.

Penso em Moisés, quando Deus pediu que fosse libertar o povo de Israel. Ele duvidou e tentou se desculpar dizendo que tinha problemas para falar. Mas o Senhor, com Sua infinita sabedoria, retrucou que ele não estaria sozinho. E não estava mesmo. E foi, libertou o povo, o conduziu. Cumpriu assim a sua parte e tornou-se parte da história da humanidade.

É nosso bom relacionamento com Deus que faz a diferença. Como no amor ou amizade, onde quanto mais próximos estamos de uma pessoa, mais acreditamos nela, mais confiamos.

Quando as oportunidades baterem à sua porta, antes de dizer não com um monte de desculpas que nem você mesmo acredita, olhe para o alto. Se uma vozinha responder dentro do seu coração e sua alma se encher de paz, é que você fez a boa escolha. Vá, então, em frente! Não espere ver todas as soluções de uma vez só, as flores nascem cada uma a seu tempo e há frutos para todas as estações.

Deus, que olha por você, vai plantar no seu caminho, vai te dar coragem, vai te motivar e te empurrar quando for preciso. Ele nunca nos prometeu um caminho sem dificuldades, um mundo sem aflições, mas nos disse para termos bom ânimo.

Moisés, guiado por Deus, atravessou o mar. Não há nenhuma razão para que não atravessemos a vida como mais que vencedores.

Letícia Thompson

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Nosso medo


Nosso medo é nosso fardo, embora possa ser também nosso meio de defesa. O medo que gera a prudência é positivo e necessário.

Podemos observar já em bebezinhos o medo de perder a mãe. 
Não sei se vocês já viram um vídeo de um aborto onde o feto tenta desesperadamente de se agarrar à vida.

Nos animais o medo faz com que se defendam. 
Nesse ponto prepara-os para um eventual perigo. O medo é o sinal laranja que nos diz "atenção!"

Mas esse pode ser também destrutivo, quando deixamos que tome conta da gente. 
Há pessoas que se deixam levar por esse sentimento de tal forma que são incapazes de tomar qualquer atitude. 
Elas se bloqueiam, se petrificam diante de situações que temem e ficam sem ação. 
E fazendo isso, deixam de viver normalmente, são atingidas em pleno peito pelo que tanto receiam.

Muitos morrem do próprio temor. Tanto eles temem que acabam atraindo para si mesmos a infelicidade. 
É o caso de pessoas que temem acidentes a tal ponto de sentirem-se petrificadas diante de uma situação que poderiam facilmente evitar. 
Ou doenças.

Nosso cérebro é algo extraordináio. 
Ele coordena e comanda todo o nosso corpo e as nossas ações. Exercitá-lo diariamente com nossos medos pode ser muito perigoso. Nossas palavras têm poder e nossos pensamentos também.

Muitos temem amar. 
Medo de decepções, de sofrimento. 
Preferem se fechar numa concha e olhar o mundo através duma janela do que se abrir e se entregar ao inevitável. Amor traz sofrimento sim. Mas quanta felicidade traz também, quanta agitação no peito, quanto suspiro, quanto brilho nos olhos, quanta beleza!

É a velha história do copo pelo meio: 
uns vêm meio cheio, outros meio vazio. 
E isso faz uma grande diferença!

As pessoas otimistas preferirão correr o risco e viverão plenamente todas as coisas. 
As outras serão apenas passantes da vida, não viventes.

E o medo é algo tão inerente ao ser humano que até mesmo quando se sente feliz, sente medo. 
Medo que seja bom demais, que isso passe, que isso se perca. E no auge da felicidade o medo se instala. 
E, se instalando, estraga tudo, nos impede de viver o momento presente, tão divino. Como o ciúme, que corrói a alma e relacionamentos e destrói minutos e horas que poderiam ser maravilhosos. 
Jogamos fora nosso tempo a troco de nada.

Então troque!

Troque uma boa briga por um bom beijo! 
Troque a indiferença por um pouco de atenção! Troque o medo pela ousadia (só o suficiente!)! 
O pessimismo por uma gota de otimismo! 
Um aperto de mão por um gostoso abraço! 
Um instante de inquietação por um segundo de oração. 
Uma maldição por uma bênção!

Experimente a vida!!!

Letícia Thompson

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Reviver o passado


A palavra passado tem o significado de algo acontecido ou ocorrido, ou seja, algo que já se foi. Passado é fato consumado e não há meios de modificá-lo. Nada lucramos ao ficarmos presos ao passado, sofrendo por aquilo que fizemos ou deixamos de fazer. 
O mesmo se diga quanto a fatos e situações desagradáveis causados por outros e que nos feriram, nos causaram sofrimento. 
Reviver o passado é prender-se a um sofrimento sem fim. Por isso, o melhor que temos a fazer é não pensar no que passou e procurarmos viver da melhor maneira possível o presente. 
Reviver o passado é mexer numa ferida que estava cicatrizando e fazê-la sangrar novamente. 
Por todos esses motivos, não pensemos no que passou e que nos causou mal. Se quisermos nos lembrar de algo que passou, lembremo-nos tão somente de momentos felizes e alegres, pois estes nos darão forças para continuarmos a caminhada. 
Portanto, reviver o passado, só se for de bons momentos. O que não foi bom, deixemos para trás e sigamos confiantes de que tudo passa, e que estamos aqui neste planeta para aprendermos, crescermos e evoluirmos, como espíritos eternos que somos. 
Pense nisso!

Gotas De Paz

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Ser vitoriosos


Todos queremos ser vitoriosos em nossa trajetória pela Terra, mas quantos de nós vamos efetivamente conseguir não sucumbir, ser vitorioso não é tarefa fácil muitas conquistas precisam ser alcançadas e para tanto há necessidade do esforço de cada um. 

Como despir-se de sentimentos como o orgulho e a vaidade sem abrir mão de muito na vida, vestir-se de humildade e caridade seria uma troca mais que justa a todos nós, mas a vida é sábia não existe moeda de troca existe sim a força interior de cada um em transformar-se intimamente, transformar o ruim em bom deixar de lado o que nos envenena a alma e colocar em seu lugar o balsamo das boas ações e dos bons sentimentos mas isso só é possível se realmente quisermos a nossa melhora, e esta melhora não ocorre de fora para dentro mas sim de dentro para fora, tarefa árdua de muita resistência por nossa parte, porque ainda estamos muito ligados a matéria ao que nos cabe nos olhos porque o invisível ainda está muito distante de nós, isto é o que pensamos não temos a capacidade de mudar pelo que não vemos somente pelo que podemos palpar. 

Desejo de mudança é desejo de luta e transformação, vale lembrar que nada acontece de uma hora para outra, as mudanças acontecem gradativamente conforme vamos retirando dos nossos pensamentos o que não convém e vamos alimentando nossa mente e coração com o que nos faz bem, a vitória pode ser de todos nós basta que cada um faça a sua parte diante das muitas oportunidades de mudança que a vida nos proporciona todos os dias.

Gotas De Paz

sábado, 30 de agosto de 2014

Hoje é o dia mais importante


Não se sobrecarregues com lembranças dolorosas do ontem, nem com temores covardes do amanhã.
Vive-o com entusiasmo e intensidade. 
Construa você mesmo sua vida. Não permita que opiniões e erros alheios te conduzam ao fracasso. Irradie amor, cordialidade e simpatia. Não guarde seus tesouros espirituais, pois quanto mais deres, mais enriquecerás. 

Nada espere receber dos outros. 
Sua grande fonte de energia está em você mesmo! 
Utilize-a sem moderação e logo perceberá o quanto já é rico e forte. Seja pontual, honesto e exigente contigo mesmo. Quem não se disciplina, desperdiça tesouros de energia física e mental e acaba por destruir-se. 
Cuide de seu corpo e de sua mente, conservando ambos sadios. 

Como os males de um se refletirão infalivelmente no outro, os dois merecem, por igual, seu cuidado.
Tenha paciência. 
Jamais duvide que a vitória pertence aos que sabem esperar o momento certo de agir. 
Jamais duvide da continuidade da vida! 
Fuja da extravagância e do desperdício. 
Os dois são próprios dos desequilibrados e o equilíbrio na vida é um bem estimável. 

Faça diariamente uma avaliação de sua vida. Vê o que realmente importa e quais fardos inúteis te pesam!
Livra-te deles para que não embaracem tua caminhada para um futuro pleno de realizações. 
Tome uma decisão consciente, livre e jamais se afaste dela. Saber querer é a base para vencer.

Gotas De Paz

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

A Cura pelo Amor


Muitos são os doentes da Alma...
Doenças que assolam os dias de hoje...
O pessimismo e a falta da fé, chegam 
e nem se percebe...
Pela sultileza dos maus pensamentos e por decisões tomadas e não pensadas, o Coração angustiado, sem ânimo em suas batidas descompassadas...
A depressão toma conta e nem é percebida...
Curiosos a olhar o outro que está ao nosso lado...
Não percebem que a falta do amor, toma 
conta de sua Alma.
Alma está em dificuldades na obscuridade
da falta de coragem em reagir...
Corpo físico doente, mentes vazias do bem, mentes caladas para o bem...Injusto?
Não, apenas o reflexo do que se quer... 
do que se pensa...
Somente o Amor pode amparar e curar os que sofrem...
É preciso perdão...
É preciso compreensão...
É preciso humildade...
É preciso principalmente Amor...
O único remédio deixado àqueles que sofrem...
Sedes amorosos com os sofredores
e caridosos aos que te suplicam ajuda...
Curai através da demonstração do Amor incondicional de irmãos que somos...
Jesus o mestre dos mestres deixou o Amor para ser entendido e praticado.