sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Culpar-se não resolve


A culpa é um sentimento que nos faz sentir dor e sofrimento. 
Culpamo-nos muitas vezes sem razão, outras porque erramos. Mas culpar-se não traz solução para as dificuldades. Ao contrário, a culpa nos paralisa e não permite que avancemos. 

Ainda que tenha errado, em vez de culpar-se procure reparar o erro se possível, e siga em frente buscando melhorar-se intimamente e conscientizar-se de que errar faz parte do aprendizado e da caminhada, e que sempre podemos retornar ao caminho correto. 

O mais importante é tirarmos uma lição dos erros para não cometê-los novamente. Deus é um Pai bom, justo e misericordioso, e sempre nos ampara quando buscamos o bem, nos dando novas oportunidades. Portanto, siga em frente, amando, perdoando e praticando o bem sempre, de tal sorte que não haverá espaço para a culpa!

Gotas De Paz

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

A função do medo


A vida é preciosa demais para permitir que o medo a detenha. A função do medo é preparar você, e não segurá-lo. 
O medo aguça seus sentidos, direciona sua mente, afia seu julgamento e aumenta seu nível de energia. 
O medo lhe dá condições de aceitar desafios.
Conheça seu medo, extraia dele forças e vá em frente com o poder que ele lhe dá.
No medo do fracasso estão os instrumentos para o sucesso. 
No medo da humilhação está a energia para expressar-se com eloquência.
No medo da rejeição você achará a energia para perseverar. Mas apenas se você não permitir que o medo o detenha.
Em muitas ocasiões, o medo vai ajudá-lo a fazer mudanças positivas em sua abordagem.
Mas o medo pode ser desperdiçado se você permitir que ele o detenha.
Use o seu medo para agir com mais rapidez e inteligência, e não para fugir. 

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Mensagem de Lourival Lopes II


Você FAZ o seu dia.
Levante-se com ânimo.
Tenha boa disposição desde cedo.
O mau humor pode estragar o seu dia.
Logo ao sair da cama, mentalize:
este dia será muito bom para mim, hoje só desejarei boas coisas aos outros, cumprimentarei a cada um com um sorriso alegre, não enxergarei defeito em ninguém, nem falarei mal de qualquer pessoa, usarei a paciência, perdoarei espontaneamente, verei um filho de Deus em cada rosto. Experimente fazer isso.
Predispor-se para o otimismo é um esforço que rende bons frutos.
******


Dentro de mim há forças e virtudes que jamais experimentei, são tão poderosas que podem me dar serenidade, mesmo num vendaval.
******


Ouça os outros.
Os outros talvez tenham o que falta a você, no momento. Uma palavra amiga, um conselho, um aviso, uma voz ou marcante podem ser o que mais você necessita para a compreensão disto ou daquilo.
Deus pode falar a você por meio de uma pessoa que o aprecie, de um colega de trabalho, de um parente ou até mesmo de alguém que passe na rua. Analise o que lhe dizem os outros. Talvez lhe dêem um alerta ou lhe ofereçam uma solução. Quando alguém diz alguma coisa a você, com boa intenção, é Deus que está falando.
******


Pôr limites à paz é dar brecha para a intranqüilidade entrar no coração.
Pense ser a sua paz profunda, inquebrável, e isso lhe será de grande valia.
Não é bom ir só até certo ponto, como quem diz: "se me tratam bem, tudo bem;
mas, se pisam meu pé, viro bicho".
É por um limite à paz considerar que se tem 
o "pé pisado".
Não se sinta ofendido, e a paz será mantida.
Com ela, vem a alegria, a saúde, a esperança, o progresso.
A sua paz livra você dos perigos da vida.

********
Não ficou para trás o momento de ser feliz.
Pense no agora, no hoje e aja.
As suas oportunidades estão aí, à vista.
Saia à luta, hoje é o seu melhor dia.
Aproveite-o.
A lagarta não faz mais do que a obrigação ao querer ser borboleta.

******
Você é chamado, despertado, empurrado,
criticado, corrigido, reprimido, imprensado.
A vida exige sua presença, sua correção e atenção.
E você cambaleia, desculpa, contorna, retorna, explica, se põe de pé e segue avante.
Para você vencer, arrime-se no rumo e na
filosofia do amor, que tudo supera. Lute e seja paciente. A vitória está vindo.
Uma intensa luta alicerça em você a alegria
de sentir-se firme e forte.

******
"Freie a tristeza.
Se deixar, ela se avoluma, se espraia, contamina, destrói, arruina e sufoca você.
É uma força de desânimo, um desagregador de sua paz. Olhe para mais alto.
Respire fundo.
Examine a origem desse estado de alma.
Refreie impulsos.
Procure transformação para melhor.
Na vida, tudo são fases;
Pois só existem coisas ruins, como a tristeza, para que possamos sentir o total valor da alegria quando o mau momento passar."

Lourival Lopes

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

A aceitação


As adversidades chegam quando menos esperamos. Elas não se anunciam, como as grandes tempestades ou os vulcões, elas aparecem, simplesmente. Nos pegam de assalto, nos deixam estáticos, sem reação.

E nós que pensávamos que certas coisas só aconteciam com os outros, sem nunca refletir que somos os outros de outros! Estamos sim, debaixo do mesmo céu, sujeitos às mesmas ventanias, aos mesmos vendavais, somos tão vulneráveis quanto quaisquer outros seres humanos.

Mas aprendemos que vida é luta e por isso lutamos. Utilizamos todas as armas colocadas à nossa disposição e com a permissão de Deus.

Deus!!! 
Ah, sim... nos lembramos dEle com mais freqüência. Todas as pessoas não possuem essa habilidade de cada manhã e cada noite chegar aos pés dEle para agradecer pela saúde, pela felicidade, por que tudo vai bem. Mas quando o mundo cai na nossa cabeça é como se descobríssemos essa verdade irrefutável: Deus existe!

E com o coração dolorido e cansados, continuamos lutando, fazemos nossa parte, tentamos segurar a vida até que nos sentimos impotentes e nos dizemos que nada mais há a fazer. Seria preciso termos a paciência de Jó para esperarmos com a certeza que dias melhores virão.

Portanto, há ainda, com o sopro de vida, uma última esperança: a oração! 
Quando achamos que perdemos tudo, podemos ainda dobrar os joelhos para chegarmos à presença de Deus.

É difícil aceitar o sofrimento e a dor, mas a aceitação é o primeiro passo para melhor vivê-los, suportá-los e, quem sabe, vencê-los. Não somos assim tão diferentes dos outros, não possuímos casas construídas sobre rochas e somos vulneráveis, precisamos reconhecer isso antes de tudo. Somos humanos. Humanos e dependentes dAquele que nos criou.

Muitas vezes é necessário cairmos para que reconheçamos o quanto precisamos de uma mão; é preciso uma doença para aprendermos o valor da vida, para que saibamos o que significa união, como um balde de água fria na nossa cabeça que nos acorda e nos deixa mais atentos. Olhamos mais à nossa volta, percebemos que nossos sentimentos são mais sólidos e visíveis do que pensávamos, despertamos, talvez, para pessoas que estavam perfeitamente invisíveis aos nossos olhos.

A dor une muito mais que a felicidade, porque as pessoas procuram apoiar e se apoiar. E ela nos abre os olhos para Deus.

Não... tudo não está perdido! 
Mas nem sempre a solução é a que esperamos ou desejamos. É preciso que, com joelhos no chão e coração aberto possamos estar prontos para receber, não o que merecemos, mas o que precisamos, que seja a cura, a vida ou a consolação.

Jesus aceitou a cruz porque sabia que seria vitorioso. E que, hoje, possamos aprender com Ele a aceitar nossos fardos, não como castigos, mas como lições de vida, dessas que vamos descobrindo devagarinho, que doem, mas que nos levam adiante, sempre vitoriosos, porque sabemos que não carregamos sozinhos.

Letícia Thompson

domingo, 12 de outubro de 2014

Mudando o padrão


Quando direcionamos nossa vida pela busca da alegria, da paz e do êxtase, certamente acabamos por colher os frutos desta atitude. 
Não adianta viver remoendo mágoas, decepções e esperar que a existência se transforme em algo maravilhoso.

Nossa vida será sempre o resultado dos objetivos que cultivarmos na mente e no coração. O poder de realizar a magia está em nossas mãos. Porém, nem sempre conseguimos vislumbrar essa lei absolutamente simples da natureza: toda semente plantada com amor e paciência, com a certeza de que as condições necessárias para o seu crescimento serão providenciadas pelo Universo, frutificará inevitavelmente.

Ao invés disso, insistimos em permanecer à espera de que alguém realize por nós a tarefa do plantio. Essa é uma ilusão bastante comum àqueles que ainda não despertaram para a consciência da autorresponsabilidade.

A existência espera pacientemente que acordemos de nosso sono profundo, e nos conscientizemos de que este milagre só acontecerá com a nossa participação. Sem isto, nada pode ser realizado pela vida, somos os agentes através do qual ela atua para manifestar seus milagres.

O segredo é mudar o padrão, da passividade e da letargia, para a ação consciente, o que nem sempre quer dizer atividade ou agitação exterior. O primeiro passo deve ser realizado interiormente; é ali na profundidade do Ser que a alquimia tem início.

Sem este passo, as condições exteriores dificilmente se modificarão, pois elas constituem sempre uma manifestação do processo interior. A confiança de que a existência responderá de maneira afirmativa a este movimento, é o que faz toda a diferença.

E, no mais, é permanecer alerta para saber reconhecer os sinais de que estamos no rumo certo. Muitas vezes, o ego atua para nos confundir e nos fazer embarcar em fantasias que ele coloca em nosso caminho para nos desviar.

Somente uma conexão profunda com a Divina Presença em nós é que pode proporcionar a segurança necessária para seguirmos sem medo, na direção do propósito traçado por ela para o nosso crescimento.
Elisabeth Cavalcante

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

A mágoa nos impede de crescermos


Não nos apeguemos a sentimentos negativos como mágoa e ressentimento. Esse tipo de sentimento nos torna escravos de nós mesmos, não permitindo que vislumbremos outros horizontes. Aquele que vive de mágoas e ressentimentos passa a não enxergar mais nada na vida, e perde grandes oportunidades, momentos de alegria e prazer. A mágoa é sentimento que só atrasa a vida de quem o sente, pois alguém assim vive amargurado, infeliz, envolto em sombras e sofrimento. Somos nós que aceitamos que a mágoa se instale dentro de nós.
Por que permitirmos que sentimento tão danoso faça parte de nós?
Se quisermos viver bem e tranquilos, no instante em que formos vítimas da ofensa, da traição, da maldade, fechemos as portas para a mágoa e abramos nossos corações ao esquecimento e ao perdão. Com o coração e a mente em paz poderemos alçar vôos mais altos em busca do nosso crescimento e evolução, pois para isso estamos aqui, neste mundo de Deus!

Gotas De Paz

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

O que você pode fazer para mudar o mundo


Comece mudando a si mesmo. Ninguém muda o mundo se não consegue mudar a si mesmo…

Cuide da saúde do planeta. 
Não desperdice água, não jogue lixo no lugar errado, não maltrate os animais ou desmate as árvores. 
Por mais que você não queira, se nascemos no mesmo planeta, compartilhamos com ele os mesmos efeitos e conseqüências de sua exploração.

Seja responsável, não culpe os outros pelos seus problemas, não seja oportunista, não seja vingativo. Quem tem um pouquinho de bom senso percebe que podemos viver em harmonia, respeitando direitos e deveres.

Acredite em um mundo melhor. 
Coragem, honestidade, sinceridade, fé e esperança, são virtudes gratuitas que dependem de seu esforço e comprometimento com sua honra e caráter. 
Não espere recompensas por estas virtudes, tenha-as por consciência de seu papel neste processo.

Tenha humildade, faça o bem, trabalhe. 
Não tenha medo de errar. Com humildade se aprende, fazer o bem atrairá o bem para você mesmo e trabalhando valorizarás o suor do teu esforço para alcançar seus objetivos.

Busque a verdade, a perfeição, uma posição realista frente aos obstáculos, uma atitude positiva diante da vida. Defenda, participe, integre-se à luta pacífica pela justiça, paz e amor. Um mundo justo é pacífico. E onde há paz, pode-se estar preparado para viver um grande amor.

Belas Mensagens